Geral

Defesa de Dirceu dirá que houve erro em julgamento para tentar reduzir pena

JOSÉ DIRCEU - ARROGANTEA defesa do ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, tentará reduzir a pena do petista, condenado a dez anos e dez meses de prisão no julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo apurou a Folha, os advogados argumentarão que a Corte considerou duplamente o fato de Dirceu ser apontado como chefe do esquema. A defesa sustentará que a posição de comando do petista foi mencionada pelo Supremo em duas fases diversas da dosimetria, quando é definida a punição dos réu. Tal fato teria causado, de acordo com os advogados de Dirceu, um excesso ilegal na condenação. Caso haja diminuição da pena para um tempo inferior a oito anos, o ex-ministro fica livre de cumprir parte dela em regime fechado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo