Slide

Críticas do DEM a heliporto de governador teriam “magoado” e puxado Wagner para campanha

Está tendo efeito bumerangue a iniciativa da campanha de ACM Neto, candidato do DEM a prefeito, de atacar o governador Jaques Wagner na propaganda pela TV. Petistas mais ligados a Wagner, que não são muitos, voltaram a ficar irados com o fato de a propaganda do democrata ter afirmado que o principal projeto de mobilidade urbana do PT baiano é o heliporto construído por Jaques Wagner para seu uso exclusivo no CAB. A campanha de ACM Neto acha que acertou em cheio por considerar que as críticas ao fato de o governador só se deslocar de helicóptero por Salvador, uma cidade travada pelo trânsito caótico, tocaram a população, segundo “tracking” (pesquisa por telefone) realizado em seguida. Semana dessas, quando a cidade ficou parada por horas numa sexta-feira, choveram críticas em programas de rádio ao fato de o governador só se deslocar de helicóptero pela cidade, o que, apesar de ser rápido para ele, é caro para o contribuinte baiano. Irônico, um ouvinte de uma das emissoras ligou para informar que não via motivo para tanta celeuma porque para ele o trânsito fluía. Depois, completou: – É porque estou usando o helicóptero do governador, que está viajando. Por causa da investida, os aliados do governador acham que ACM Neto chamou ele “para dentro” da campanha. Não seria por acaso que Wagner já estaria antecipando a jornalistas até número de pesquisas apontando “uma virada” de Pelegrino. A presença maior de Wagner na campanha coincidiria também com sua virtual melhora nas pesquisas. Isto é, o desgaste de seu governo, muito grande no início da campanha e apontado como um dos responsáveis pela demora na decolagem de Pelegrino, também estaria sendo superado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo