Cotidiano

Corpo de miliciano é sepultado 12 dias após morte em confronto na Bahia

O corpo do ex-policial militar e miliciano, Adriano da Nóbrega, foi sepultado na sexta-feira (21), após a última perícia no Instituto Médico Legal (IML) do Rio de Janeiro, 12 dias depois da morte dele, em Esplanada, na Bahia. Conforme a polícia, Adriano foi morto em um confronto, após resistir à prisão.

A nova análise no corpo de Adriano durou cerca de quatro horas e meia e teve a participação de médicos legistas da família dele, da Polícia Civil do Rio de Janeiro e dos Ministérios Públicos do Rio e da Bahia.

Varelanoticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar