Cidades

Contradizendo Wagner, Campanha de Rui recebeu doação da JBS

Ex-governador Wagner afirmou que campanha de Rui não recebeu uma ‘banda de conto’ da JSB.

A prestação de contas da campanha de Rui Costa (PT) em 2014 contradiz a declaração do ex-ministro Jaques Wagner de que o petista não recebeu “uma banda de conto” em doações da JBS, feita ontem em entrevista à Rádio Metrópole. De acordo com dados divulgados no sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o então candidato do PT ao governo do estado recebeu R$ 823.152 da Flora, empresa do setor de cosméticos, limpeza e higiene pessoal que pertence ao mesmo grupo da JBS, a J&F Investimentos, holding controlada pelos irmãos Wesley e Joesley Batista.

Ao todo, o TSE aponta 15 doações da Flora para Rui. Os recursos, contudo, não entraram diretamente no caixa usado pelo petista na disputa pelo Palácio de Ondina. Foram repassados pela campanha à reeleição da ex-presidente Dilma Rousseff, entre 10 de setembro e 3 de outubro de 2014, dois dias antes da vitória de Rui no primeiro turno.

Em meio ao auge da crise política, Rui Costa convocou para a tarde de hoje uma reunião com deputados federais que integram a base do PT na Bahia. O papo na Governadoria, preveem parlamentares convidados, será concentrado em dois temas. Um deles é discutir estratégias para enfrentar o maremoto na República. O outro, conversar sobre 2018.

O encontro de Rui Costa com a bancada acontece no momento em que parte do PT sinaliza apoio às eleições indiretas, caso o governo Michel Temer desabe. Embora mantenham viva a mobilização por diretas, cardeais do partido ligados ao ex-presidente Lula, incluindo os da Bahia, acham que construir um acordo com os rivais é o melhor caminho. Correio24h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo