EsportesGeral

Conheça o perfil de Cristóvão Borges, novo técnico do Bahia

CRISTOVÃO BORGESTrabalhar no Fazendão não será novidade para Cristóvão Borges. Depois de 35 anos, o técnico voltará ao clube onde iniciou sua carreira de jogador.

Foi nas categorias de base do Tricolor que Cristóvão Borges dos Santos começou sua trajetória nos gramados. Natural de Salvador, o então volante atuou pelo Esquadrão entre 1977 e 1978.

Um ano depois, ele se transferiu para o Fluminense, onde jogou até 1983. Depois, Cristóvão acumulou passagens por clubes como Operário (MS), Atlético (PR), Santa Cruz, Corinthians, Grêmio, Guarani, Portuguesa, Atlético (MG) e Rio Branco (SP), onde pendurou as chuteiras, em 1994. Como atleta, ele ainda chegou a ser convocado para a Seleção Brasileira, em 1989.

Aposentado dos gramados, Cristóvão teve sua primeira experiência como auxiliar técnico no Bangu, com o treinador Alfredo Sampaio. Já sua primeira experiência com Ricardo Gomes foi na Seleção pré-Olímpica.

Depois de ter trabalhado no Guarani, Coritiba e Juventude, ele chegou ao Vasco. No cruzmaltino, foi auxiliar de Gomes até 28 de agosto de 2011, quando o técnico sofreu um AVC e precisou se afastar da profissão.

Foi aí que começou a carreira de técnico de Cristóvão. Pelo time carioca, ele foi vice-campeão da Série A do Brasileirão e semifinalista da Copa Sul-Americana. Mas, depois de uma sequência de resultados negativos, o baiano de Salvador foi demitido em setembro de 2012.

Em abril de 2013, Borges recebeu uma proposta para treinar o Náutico, mas disse não ao Timbu. Agora, oito meses depois da saída do Vasco, ele volta a trabalhar com a difícil missão de reerguer o Bahia e fazer o tricolor reencontrar o caminho das glorias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo