Cidades

Confira 14 sinais que o corpo dá quando contamos uma mentira

MENTIRATodo mundo conta uma mentirinha de vez em quando. Apesar de ser vista como vilã, amentira muitas vezes nos ajuda a conviver em sociedade, já que confrontar a verdade nem sempre é necessário. Mas imagine se fosse possível detectar quando alguém está mentindo para você?

Pesquisadores vêm tentando descobrir formas infalíveis de pegar mentirosos no flagra há muito tempo. O polígrafo, aparelho também conhecido como detector de mentiras, já esteve em alta. Hoje em dia, a aposta é na detecção de microexpressões, sinais quase imperceptíveis e involuntários que enviamos todo tempo quando estamos nos relacionando, e que dizem muito mais do que as palavras que saem de nossa boca. Usando as técnicas corretas, seria possível ler na face e no corpo sinais que contradizem o que está sendo falado. Descubra abaixo alguns deles e fique atenta.

— O mentiroso busca sempre ser o mais convincente possível – suas histórias são cheias de detalhes.

— Quem mente fica com as cordas vocais mais esticadas que o normal. Isso deixa a voz mais fina e fraca. Para compensar, a pessoa tenta falar mais alto. — O mentiroso desvia o olhar enquanto conta a sua mentira e depois passa a olhar atentamente, querendo observar se conseguiu enganar.

— Mãos suadas indicam tensão. Quando secas, mostram que a pessoa está calma ou relaxada.

— Em função de uma reação da adrenalina, o mentiroso fica com a garganta e boca secas, sendo comum se engasgar ou engolir seco.

— Morder ou lamber os lábios pode ser um forte indício de mentira.

— A palma da mão voltada para as pessoas é sinal de sinceridade, assim como os braços abertos, com as palmas voltadas para fora.

— Erguer levemente um dos ombros pode ser sinal de mentira.

— O mentiroso pode tocar o nariz várias vezes. Em momentos de tensão a sensibilidade da mucosa nasal aumenta, fazendo o nariz coçar.

— Olhar para cima à direita significa que está acionando a área criativa do cérebro, portanto pode estar inventando uma mentira. Já olhar para cima à esquerda demonstra a tentativa de lembrar um fato.

— Encobrir parcialmente a boca: traduz uma vontade de amordaçar-se. Tende a ser um gesto rápido porque exprime um conflito: uma parte do mentiroso não quer calar-se e sim continuar a mentir.

— Falsear uma expressão facial: quando somos genuínos, usamos os músculos faciais certos para expressar uma emoção. Num sorriso moderado e falso, não aparecem os pés de galinha, as bochechas não são levantadas e os olhos ficam menos apertados.

— Quando a pessoa fala algo positivo e nega com a cabeça ao mesmo tempo, normalmente é o corpo quem demonstra o que é verdade.

— Responder uma pergunta com a mesma pergunta pode significar que a pessoa está tentando arrumar tempo para inventar uma história. (iG)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo