Notícias

Compra de votos e corrupção na escolha de sedes de Copa do Mundo serão investigadas, diz Fifa

O novo investigador da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Michel García, afirmou neste domingo (26) que investigará os possíveis casos de corrupção e compra de votos na escolha de sedes para as Copas do Mundo. Segundo o representante, os alvos são a edição da Alemanha, realizada em 2006, e as de Qatar e Rússia, que serão realizadas em 2018 e 2022, respectivamente. De acordo com García, a investigação não isentará nem o presidente da Fifa, o suíço Joseph Blatter. “Quanto mais importante é a pessoa envolvida, mais importante é investigá-la”, declarou. “Não haverá influência alguma. Para isso estou aí, para garantir a independência. Além disso, existe também a figura do juiz externo que decidirá sobre meus casos”, explicou o jurista. Com informações da Folha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo