Entretenimento

Como usar legging sem erro e mais 7 dicas definitivas para arrasar na academia

176376Já foi o tempo em que as roupas para malhar eram aquelas velhinhas que sobraram no fundo do armário. Os looks de academia ganharam cores, formas e tecnologia, tudo para deixar as mulheres mais bonitas e confortáveis na hora do treino. Mas, diante de tantas opções, como saber qual é a mais adequada para o meu tipo de corpo? Confira algumas dicas para fazer bonito e não passar despercebida.
Roupas para malhar
Legging: As leggings são as companheiras número um de quem não quer errar na hora de se vestir. As calças estampadas estão em alta e aumentam o volume do corpo, por isso, não devem ser usadas por quemquer disfarçar coxa, bumbum e quadris. Já a legging preta é um coringa para apostar sem medo. Mas, atenção: alguns tecidos de má qualidade ficam transparentes quando esticados, o que vai te deixar superdesconfortável. Já pensou em perceber, no meio do exercício de glúteo, que sua calcinha está aparecendo? Invista em produtos de uma boa marca para não correr esse risco. A legging preta da Lupo Sport é feita com poliamida e elastano, materiais que oferecem cobertura total e maior segurança para realizar qualquer exercício.
Short: As bermudas e os shorts tradicionais agora dividem espaço com os shorts-saia, que deixam o look ainda mais feminino. O modelo é ideal para quem não gosta de ficar com o bumbum marcado e pode ser usado sem medo. O mesmo vale para os shorts em poliéster, que são justos por dentro e soltinhos por fora.
Camiseta: Prefira tecidos leves, como a poliamida, que são maleáveis, absorvem o suor e secam rápido. O poliéster também é uma boa opção, desde que apresente tratamento bactericida e antiodor. Alguns tecidos tecnológicos ainda oferecem proteção contra os raios UVA e UVB, sendo boas alternativas para praticar atividades ao ar livre. As mulheres que têm seios grandes devem escolher um top estruturado que ofereça boa sustentação, principalmente se forem praticar atividades de alto impacto, como a corrida. Tops sem decote, que fecham a parte da frente, tecido firme e com alça estilo nadador são os mais adequados. Já quem tem seios menores pode valorizar a região e investir em peças mais bem trabalhadas, com decote e bojo.
Macacão: Poucas mulheres apostam na peça por achar que ela marca demais o corpo, no entanto, o tecido de qualidade ajuda a valorizar os pontos fortes. Os modelos da Lupo, por exemplo, têm pontos de compressão naquelas regiões que costumam deixar as mulheres mais inseguras, como abdômen, posterior de coxa e culote, contribuindo para modelar o corpo. Se, mesmo assim você se sentir desconfortável, vale colocar uma camisetinha por cima, e tirar à medida que se acostumar com a peça.
Outras dicas
-Fuja de peças que te deixem desconfortável ou limitem os movimentos. Elásticos apertados, blusas curtas ou calças muito baixas podem trazer esse problema. Experimente na loja e, se for preciso, fique alguns minutos com a roupa em casa para ter certeza de que você se sente bem com ela.
-A roupa de ginástica deve ser absolutamente confortável e modelar o seu corpo, ressaltando seus pontos fortes e disfarçando imperfeições.
– Nos dias mais frios, aposte nas meias altas, que protegem as pernas e aquecem os músculos, evitando cãibras, estiramentos e inflamações. As meias coloridas até o joelho são febre nas academias e, quando usadas por cima da legging, ajudam a compor um look mais descolado, assim como as polainas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo