Cotidiano

Como arrumar alguém de última hora para passar o Dia dos Namorados

CASAL DE NAMORADOSSolteirice no Dia dos Namorados não precisa ser motivo de tristeza. E a falta de companhia não deve ser empecilho para você sair e se divertir com amigos, com um pretendente ou até com alguém novo. Margareth Signorelli, coach de relacionamento, ensina que, mesmo para quem fica abatido com a data romântica, há saídas para ter uma noite agradável. Confira as dicas da especialista e aproveite para curtir o Dia dos Namorados em muito boa companhia.

1 – Convide amigos para um programa diferente – Nada como juntar pessoas queridas ao seu redor. Passar um tempo com sua melhor amiga ou até com um grupo de colegas divertidos ajuda a desencanar da data – e que solteiro não vai querer se reunir para um bom papo com quem gosta neste dia? “Mulher nenhuma devia ter medo de estar só, mas, sim, mal acompanhada. Pegue o telefone ou entre no Facebook e organize um programa diferente. Use sua imaginação. Chame amigos solteiros para sua casa e peça a cada um que leve um presente aleatório e que sirva para os dois sexos. Enfim, seja feliz”, diz Margareth. “Essa sempre é uma boa oportunidade para conversar, rir e se relacionar.” 2 – Que tal investir naquele pretendente? – Caso esteja enrolada (o) com alguém, pense em convidá-lo (a) para sair. Deixe o medo de assustar o seu alvo para lá, aconselha a coach de relacionamento, mas também deixe clara a sua intenção em relação ao encontro. “Se a pessoa quiser o mesmo que você não vai se assustar. E caso se assuste, é mais um dado que você terá sobre ela. É legal deixar tudo claro sempre usando fartas doses de humor, mas expondo o que deseja. Que tal algo como: ‘Vamos ser namorados por um dia? Deve ser uma experiência diferente, né? Compromisso total por 24 horas. Topa?’”, sugere.

3 – Reative o seu aplicativo de paquera – Para quem quer curtir algo menos sério, não existe ferramenta mais propícia. “A proposta deve ser feita claramente: ‘Quero companhia para o Dia dos Namorados. Relacionamento com direito a começo, meio e fim em um só encontro’. O difícil vai ser escolher entre todos que aceitarão, pois não serão poucos. A vantagem é não se preocupar com nada e ser feliz”, fala. Margareth avalia esse tipo de encontro como positivo. “Como você não está preocupada com o envolvimento, acaba relaxando e sendo quem realmente é. Isso costuma ser muito mais agradável do que aqueles encontros tensos em que você está tão preocupada em agradar que não se diverte.”

4 – Vá a uma festa para solteiros – A maioria das cidades oferece pelo menos uma festa dedicada aos solteiros no Dia dos Namorados. Se você gosta de dançar, não se intimide e vá. “Com certeza, é um bom programa, inclusive para prospectar futuros pretendentes. Sempre rola alguma coisa, mesmo que sejam só boas risadas e muita conversa gostosa”, avisa Margareth. A coach de relacionamentos, porém, faz uma ressalva: vá com conhecidos. “Acho legal estar entre amigos e aproveitar a oportunidade de ficar perto eles. Gente nova, você pode conhecer todos os dias. Lógico que, se aparecer alguém com quem queira conversar, não se feche, mas não acredito que seja o caso sair com o intuito só de conhecer pessoas”, afirma.

5 – Amizade colorida – Amigos que se envolvem apenas casualmente não são mais tão raros. E, no Dia dos Namorados, que tal comemorar aquela amizade colorida que ajuda nas horas de carência? “O lado positivo é estar com alguém que já conhece, e que provavelmente já sabe até onde vai o seu envolvimento”, fala a especialista. Não tema que o outro a entenda mal. “Só existe esse perigo quando as coisas são obscuras. Se tudo for aberto e claro, não aparecem surpresas desagradáveis para estragar a festa.” (iG)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo