Geral

Comediante que disse que magnata era filho de orangotango é processado

COMEDIANTE AMERICANOO comediante americano Bill Maher foi processado pelo multibilionário Donald Trump, 14° colocado na lista da Forbes das 100 celebridades mais poderosas do mundo, em US$ 5 milhões por quebra de contrato. Durante o programa “The Tonight Show”, de Jay Leno, o comediante afirmou que Trump era filho um orangotango, e ofereceu como recompensa US$ 5 milhões a quem comprovasse o contrário e que o dinheiro fosse doado para instituições beneficentes.

O advogado de Trump enviou uma carta a Maher em que declarava ter aceitado a oferta e anexou a certidão de nascimento do multibilionário, que comprovava que ele era filho de Fred Trump. O advogado exigiu o pagamento da oferta e indicou as organizações beneficiadas com o recurso, como a  que presta assistência às vítimas do furacão Sandy. Segundo Trump, houve quebra de contrato, pois Daher não cumpriu o acordo, e quer que o caso seja levado a um tribunal do júri. No programa, Daher disse que Trump era filho de um orangotango, pois “só existem duas criaturas no mundo com pelos cor de laranja, o orangotango e Donald Trump”, em referência à cor dos cabelos do bilionário.

 

A proposta de Maher foi uma réplica a outra oferta feita por Trump, durante a campanha eleitoral para presidência dos Estados Unidos. Durante o seu programa de televisão, Trump ofereceu US$ 5 milhões a quem apresentasse a certidão de nascimento do presidente Barack Obama. Havia dúvidas sobre a verdadeira nacionalidade do presidente. Logo após, o governo apresentou ao público a certidão de nascimento de Obama, emitida no Havaí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo