Cotidiano

Combatente brasileiro que estava na guerra da Ucrânia tem morte confirmada pelo Itamaraty

O Itamaraty confirmou a morte do combatente brasileiro André Hack Hahi, de 43 anos, que atuava na guerra entre Ucrânia e Rússia como aliado das tropas ucranianas. A informação foi confirmada na manhã desta quinta-feira (9). André levou um tiro durante confronto na cidade de Sieverodonetsk, principal campo de batalha no leste do país, no último domingo (5). Foi a primeira morte de um brasileiro na guerra.

De acordo com o comandante do pelotão brasileiro, Sandro, é mentira a informação que algumas pessoas estão circulando de que André estaria preso ou mantido refém pelo exército russo.

“Ele não está detento, ele não está refém. Infelizmente a informação é confirmada [da morte]. Eu não vi, mas quem viu me passou essa informação direta e estou aguardando retorno da pessoa de cima para buscar procedência do corpo”, afirmou o comandante do pelotão de combatentes brasileiros em áudio enviado a irmã da vítima.

O corpo de André foi levado para um necrotério na região de sua morte.

“O Ministério das Relações Exteriores recebeu, por meio da Embaixada do Brasil em Kiev, confirmação do falecimento de nacional brasileiro em território ucraniano em decorrência do conflito naquele país e mantém contato com familiares para prestar-lhes toda a assistência cabível, em conformidade com os tratados internacionais vigentes e com a legislação local”, disse a nota oficial do Itamaraty.

Bnews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo