CidadesSalvador

Combate à importunação de mulheres no transporte público é tema de capacitação

A campanha “Pare! Não à importunação no transporte público”, iniciativa da Secretaria de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) em parceria com a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), realizou mais uma importante ação nesta terça-feira (10). Cerca de 100 motoristas, cobradores e despachantes da Empresa Consórcio Salvador Norte (CSN), no Parque Bela Vista, passaram por uma capacitação para identificar os casos e saber como agir em situações de violações dos direitos da mulher no transporte público.

A Lei nº 13.718/18 de Importunação Sexual está completando um ano e o número de denúncias contra este tipo de crime dobrou na Bahia. Diante desta realidade, a SPMJ tem promovido uma série de atividades com o objetivo de combater esse tipo de violência ainda tão presente na rotina da mulher soteropolitana.

Para o rodoviário Fábio Rosa, 35 anos, a iniciativa é importantíssima. “Infelizmente a gente presencia muitas situações de abuso. É muito bom falar desse assunto e preparar que trabalha diretamente nos ônibus. Fiz questão de participar do curso por entender que podemos proteger as vítimas que passam por essas situações quase que diariamente”, frisou.

De acordo com o despachante Marcos Sodré, que atua na profissão há oito anos, a campanha é fundamental para esclarecer e orientar, principalmente, as adolescentes. “Trabalho na Pituba e vejo muitas meninas descrevendo situações de violência. Elas nem sempre sabem como agir, daí a necessidade de ações como essa que visam nos preparar para melhor acolhê-las”, salientou.

Abraçando a causa – A secretária da SPMJ, Rogéria Santos, reforça que é essencial o poder público abraçar o enfrentamento a esse tipo de violência. “Quase todas nós, mulheres, já passamos por situações indesejadas no transporte público: comentários de cunho sexual, cantadas ofensivas, entre tantos outros. Por isso a nossa busca é constante, propondo medidas de prevenção e combate a todos os tipos de violência contra a mulher. Toda mulher tem o direito de ser respeitada e valorizada, onde quer que ela esteja”, enfatizou.

Desde o lançamento da campanha, na semana passada, várias ações têm sido promovidas. Uma delas ocorreu na Estação Nova Lapa, onde usuários do sistema receberam panfletos informativos e orientações de como proceder caso seja vitimado ou testemunhe a violência. Além do Consórcio CSN, a capacitação já foi realizada na empresa de ônibus OT Trans. Na próxima terça-feira (17), será a vez do Consórcio Plataforma.

Campanha Sobre o Crime de Importunação no Transporte Público_Foto_Jefferson Peixoto_Secom_Pms

A campanha, além de conscientizar o público geral, tem foco nos motoristas, cobradores e demais colaboradores das empresas de transporte do município. Dentre as ações está a instalação de busdoors informativos. O conjunto de atividades integram os 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, uma campanha internacional que visa sensibilizar e compartilhar conhecimento e inovação no que se refere a prevenir e eliminar a violência contra mulheres e meninas, visando levar e multiplicar informações sobre as diversas formas de violência contra o público feminino.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar