Política

‘Comando da prefeitura está dividido entre Geddel e ACM Neto’, rebate Everaldo

O presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, rebateu neste sábado (20) a crítica do deputado Sandro Régis (DEM) sobre a nomeação de Jaques Wagner para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

Para o petista, enquanto o governador Rui Costa mostrou ser o único responsável pela gestão do governo, o prefeito ACM Neto divide o comando da prefeitura com o ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB). “Em dois anos de uma gestão firme e eficiente, Rui Costa já deixou muito claro que o Governo do Estado tem só um comando, que é o dele próprio.

Impossível dizer o mesmo da Prefeitura de Salvador, que tem o PMDB de Geddel Vieira Lima de um lado e o DEM de Rodrigo Maia do outro em uma briga permanente pelo controle do município.

O comando da Prefeitura está dividido entre Geddel e ACM Neto”, afirmou em nota. Para Everaldo, Sandro Régis fez sua declaração com o objetivo de “puxar o saco do prefeito ACM Neto e divulgar notas à imprensa fazendo críticas vazias ao Governo do Estado”.

O dirigente petista aproveitou para alfinetar Neto com relação a investigações da Polícia Federal. “A liderança do governador Rui Costa é uma das suas marcas mais fortes, e é assim que ele tem garantido tantas conquistas para os baianos.

O deputado Sandro Régis deve se preocupar agora em preparar um bom discurso para explicar a relação entre o prefeito de Salvador e a Odebrecht, empresa que aparece com destaque na Lava-Jato”, concluiu.

BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo