Esportes

Com time praticamente rebaixado, técnico e dirigente pedem demissão e deixam a Chapecoense

Na manhã desta terça-feira (26) mais um técnico deixa seu clube na Série A do Brasileiro. Com o time praticamente rebaixado e apenas uma vitória na competição, o treinador Pintado pediu demissão e não comanda mais a Chapecoense, nesta temporada. 

Além dele, o executivo de futebol, Carlos Kia também solicitou o desligamento e deixa o Verdão do Oeste. O dirigente chegou à Chape em julho com a missão de trazer jogadores que atendessem o padrão financeiro do clube que estava bem reduzido devido à eliminação precoce na Copa do Brasil, para o ABC.

Pintado chegou à Chapecó em agosto, depois de uma passagem pelo Goiás, com a missão de mudar a situação do time que, na época, ja éra o lanterna e não havia vencido nenhuma partida no campeonato. Entretanto, os resultados não vieram. Foram 14 partidas, com uma vitória, seis empates e sete derrotas para um aproveitamento de 21%. Atualmente a Chapecoense segue como lanterna, com 13 pontos e 99% de chances de rebaixamento para a Série B.

Galaticosonline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo