Política

Com mensalão, ‘o PT mudou de postura em relação à nossa sociedade’, diz Hamilton Assis

O candidato a Prefeitura de Salvador Hamilton Assis (Psol), foi o entrevistado desta quarta-feira na Band News FM. O pedagogo, que foi um dos fundadores do PT na Bahia e ex-assessor do atual candidato petista Nelson Pelegrino, afirmou que deixou o partido dos trabalhadores depois do escândalo do mensalão. “Nós percebemos a partir desse processo que o PT mudou de postura em relação à nossa sociedade”. Hamilton, que em 2010 foi candidato a vice-presidente da República na chapa de Plínio de Arruda Sampaio (Psol) garantiu que pretende administrar Salvador baseado em três pilares: democratização da gestão, sustentabilidade urbana e ambiental e efetivação dos direitos. Segundo ele, esses modelos pretendem “acabar com a lógica da Câmara submissa a prefeitura e pretende dar mais autonomia ao poder executivo e legislativo. Além de poder nos debruçar sobre o PDDU, porque não podemos trabalhar a cidade só para a Copa, mas para as outras gerações”, garantiu.

Segundo ele, a população não terá dificuldade em compreender o programa apresentado pelo partido. “O nosso governo não será socialista, mas nós vamos criar todas as condições para tentar alcançar esse objetivo. Quando o povo acredita no seu gestor certamente a administração pode ser bem sucedida. Nós não vamos governar contra o nosso povo e nem contra a lei”. Hamilton também afirmou que pretende usar a internet para compensar a falta de tempo em rádio e TV. “Nós pretendemos trabalhar nas redes sociais para que o nosso eleitor tenha outras formas de acessar os nossos programas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo