Cidades

Cliente é chamado de "mal educado" em fatura de celular

CLIENTE CLARO - MAL EDUCADOBruno França, 26 anos, passou por uma saia justa ao receber a fatura do celular no mês de março. Junto ao endereço – o rapaz mora no Rio de Janeiro – a seguinte frase foi colocada em letra garrafais: ‘cliente mal educado’. “Parece uma piada. Estava há bem mais de 48 horas sem conexão com a internet e já tinha ligado algumas vezes para cobrar uma solução. A única reposta que tinha é: aguarde 24 horas ou por mais 48 horas”, relatou Bruno ao Uol. No último contato telefônico, ele afirma ter pedido um protocolo de atendimento, mas a funcionária se negou a passar ao alegar falta de sistema. “Pedi, então, para falar com um supervisão, que, segundo ela, não estava no momento. Aleguei que procuraria os meus direitos e não é que ela disse para que eu ficasse bem à vontade? No fim, acabou desligando na minha cara”, lembra.
Após o ocorrido, Bruno registrou uma reclamação no site da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Para ele, tudo parecia ter sido resolvido, até que recebeu a “fatídica” cobrança. “Me senti insultado”, relata o morador de São João da Barra, no Rio de Janeiro, que já entrou em contato com um advogado para entrar com uma ação contra a operadora por danos morais. Em nota, a Claro informou que “realiza treinamentos constantes em todos os pontos de contato com os seus clientes, buscando a excelência no atendimento. A operadora esclarece que já está analisando o caso em questão.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo