Esportes

Churrasco, presos chorando e Barcelona de olho: a despedida de Ronaldinho da prisão

A despedida na última terça-feira (7) de Ronaldinho Gaúcho da Agrupación Especializada, em Assunção, no Paraguai, onde ficou preso por 32 dias, foi marcada por um churrasco entre os presos e muito choro.

Assim que deixou o tribunal, Ronaldinho e Assis, seu irmão mais velho e empresário, voltaram à prisão para se despedir dos colegas. E aí, foram recebidos com um churrasco. Participaram e depois disseram adeus, prometendo visitá-los novamente antes de retornarem ao Brasil.

Quem acompanhou, disse que muitos presos choraram. Emocionados.

Espn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar