Entretenimento

Chimbinha pode ser enquadrado na Lei Maria da Penha, diz polícia

JOELMA E CHIMBINHA - SBTChimbinha pode ser enquadrado pela Lei Maria da Penha caso a polícia aceite a denúncia feita por Joelma nesta quarta-feira, 9. Segundo informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil do Pará, o caso, que foi registrado na delegacia do bairro Jaderlândia, em Ananindeua, foi transferida para a Divisão Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) já que a cantora alega estar sofrendo assédio constante do ex, que não se conforma com a separação dos dois.
 
“A Polícia Civil tem a esclarecer, a respeito da denúncia formalizada pela cantora Joelma Mendes, na data de ontem, que o procedimento policial instaurado na Delegacia da Jaderlândia foi transferido para a Divisão Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), unidade policial de referência nacional na investigação de crimes relacionados à violência contra a mulher. A transferência do inquérito se deve em decorrência da natureza do crime denunciado, que está previsto na Lei Maria da Penha, e ainda pela repercussão do fato”, diz comunicado enviado ao EGO na tarde desta quinta, 10.
 
Leia também
Joelma vai à polícia e diz que está sendo ameaçada por Chimbinha
Ouça o áudio onde Chimbinha admite traição a Joelma
Saiba quem é o novo “Chimbinha” da banda Calypso
 
Ainda segundo o órgão, o vazamento do boletim de ocorrência registrado pela cantora para a internet realmente está sendo investigado pela Corregedoria Geral do estado, como revelado por Rosalinda Arraes, delegada titular que estava cuidando da denúncia anteriormente. “Ao mesmo tempo, a instituição policial esclarece que, por meio de sua Corregedoria-Geral, instaurou procedimento policial para apurar o vazamento ao público de informações contidas no boletim de ocorrência registrado pela cantora na Delegacia da Jaderlândia. A Polícia Civil ressalta ainda que todas as informações referentes à apuração da denúncia serão tratadas em absoluto sigilo, conforme previsto na legislação penal brasileira”, afirma a assessoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo