Geral

Chefes dos Ministérios Públicos defendem Roberto Gurgel contra investigação

IMAGEM_NOTICIA_5Os chefes dos Ministérios Públicos (MPs) de todo o país defenderam o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, líder máximo do órgão no Brasil. Os procuradores repudiaram a autorização do Congresso Nacional para investigar Gurgel sobre possíveis irregularidades na compra de 1,2 mil tablets. A investigação será conduzida pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Para os membros do MP, a investigação é uma tentativa de retaliar e intimidar o procurador-geral por sua atuação em casos de grande repercussão, como o mensalão. Para os procuradores, é incabível que os parlamentares utilizem suas prerrogativas para enfraquecer o Ministério Público. Gurgel preferiu não comentar se a decisão do Senado tem motivação política, mas acredita que seja uma das possibilidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo