Geral

Chefe de gabinete da prefeitura de Santo Antônio de Jesus chama radialista pra “briga”

36O Voz da Bahia entrevistou o professor de educação física Washington Ramos, da academia Espaço Fitness no Shopping e comentarista esportivo, o qual informou sobre um evento de Boxe internacional que irá acontecer em Santo Antônio de Jesus.

Washington explicou que em nome da WM Consultoria Esportiva, procura informar para a população e para as autoridades públicas e privadas sobre a promoção de um evento de lutas. “Na verdade é um MMA que estamos querendo promover nesta cidade. Já temos esse sonho há muito tempo, estamos vendo a possibilidade da realização esse evento através de algumas entidades da América Latina que representa o Boxe e o Kickboxing”, disse. A luta principal desse evento seria com o lutador ‘Chibata’, um representante da ANB Associação Nacional de Boxing na pessoa do seu presidente, Edmilson da Cruz, o conhecido “Lala”, pugilista de nome internacional, o qual desenvolve o Boxe na América do Sul, América Latina e outras partes do mundo.

Segundo o professor, como militante do esporte em Santo Antônio de Jesus e região, as portas sempre estarão abertas na promoção de eventos esportivos e no trabalho social.

 

Sobre a luta dos amadores João Gabriel x Ney Bacceli:

O advogado e chefe de gabinete da prefeitura municipal filiado ao PCdoB, João Gabriel, se adiantou na semana passada em um almoço no Bomfim, zona rural do município, afirmando que lutaria contra o repórter da Recôncavo FM, Ney Bacceli, para brigar pelo 1º Título Santantoniense de Amadores, “Ney que se cuide, o desafio está de pé e ele que não fuja, vou derruba-lo no 1º round, a minha direita é potente”, afirmou. João Gabriel também anunciou a data da luta para o dia 25 de agosto.

Sobre essas declarações, o Washington explica que a luta vai acontecer em uma data bem diferente. “Na verdade João Gabriel é um amigo e brincalhão e nessa ideia nós lançamos um desafio até para fomentar o evento principal que seria essa noitada de artes marciais”, comentou. Ainda sobre a luta dos amadores comentada pelo advogado, o professor esportista disse que há uma grande diferença de peso, mas que isso não será problema, “Ney Bacceli se colocou em uma condição que não tem medo, não vai fugir do combate, só não vai poder ser no dia 25, como disse João”, alegou.

É elucidado por Washington também, que a data para o evento não existe, uma vez que requer tempo, organização e apoio de algumas entidades. “Espero que realmente aconteça e aguardo ansiosamente o apoio da Secretaria de Esportes na pessoa de Murilo Miranda, o espetáculo demanda um custo muito alto, em torno de R$ 60 mil reais, uma vez que é preciso realizar a homologação dos títulos no qual vai ser colocado em questão, o mundial, brasileiro, baiano e amador, os gastos com deslocamento de árbitros, juízes, alimentação e hospedagem também serão contabilizados”, concluiu Washington.

 

Fonte: Voz da Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo