Notícias

Cassado, Demóstenes consegue R$ 200 mil para construção de posto de saúde

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) gastará R$ 129 milhões para fazer a manutenção de 437 mil urnas eletrônicas que serão usadas nas eleições municipais de outubro deste ano. O resultado da licitação, válida por um ano, foi divulgado nesta terça-feira (17). O serviço será executado por um consórcio formado por quatro empresas, com sedes em Nova Lima (MG), São Paulo e Barbados. Pelo contrato, o consórcio deverá recrutar e treinar aproximadamente 14 mil técnicos para que os equipamentos estejam em “perfeito estado de funcionamento” nas eleições. O serviço inclui carga das baterias, testes eletrônicos, limpeza, retirada de lacres, armazenamento, inserção de dados, operação do software e certificação digital nas urnas. As atividades incluem ainda a recepção de mídias e a transmissão de boletins pelo sistema de apuração do TSE. Segundo o tribunal, o contrato anterior de manutenção expirou em julho de 2011, sem possibilidade de prorrogação, e um novo processo de licitação foi necessário para garantir o serviço. Informações do G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo