Cotidiano

Casal tem de desligar máquina que mantinha filho vivo

pais tem que desligar apararelho que mantinha bebe vivoDurante cem dias, Steve e Demi May assistiram os filhos lutarem pela vida. Os gêmeos Harley e Harrison nasceram prematuros e tiveram algumas dificuldades no começo da vida. De acordo com informações do site DailyMail, a situação de Harley era a pior. Recentemente, os pais tiveram de aceitar que a máquina que mantinha a vida do menino fosse desligada, e levaram Harrison para casa, conta a mãe de 21 anos.
— A última coisa que um pai quer é tomar a decisão de acabar com a vida do filho. Ninguém merece passar por isso. Eu queria meus dois bebês comigo em casa, mas não conseguia suportar o pequeno Harley sofrer.
Os meninos nasceram 13 semanas antes do esperado e, após três meses de vida, os médicos disseram que Harley não conseguiria sobreviver. Ele era tão pequeno que os pais não puderam segurá-lo nesse período. Segundo a mãe, todas as vezes que ela tocou o menino ela teve de usar uma almofada, porque os ossos dele ainda eram muito frágeis.
De acordo com os médicos, Harley nasceu mais debilitado que Harrison, porque houve um desequilíbrio da alimentação na placenta.
Veja também
Grávida estava viva quando bebê foi arrancado da barriga
Absurdo! Homem confessa estupro de bebê: “Ela não parava de chorar”
Pesquisa indica que café pode causar leucemia em Bebê
— Eu sempre vou me culpar pela decisão que tomamos, mas não tínhamos outra opção. Vai levar tempo para que a gente se recupere, mas foi melhor assim. Ele não teria qualidade de vida e tenho certeza que nenhum pai optaria por deixar o filho crescer sofrendo.

A mãe ainda diz que não consegue parar de pensar no pequeno Harley.
— É difícil não pensar dele, ainda mais agora que Harrison está em casa e eu não saio de perto dele. É um sentimento estranho

Foto: Reprodução/DailyMail/ R7 – Curta nossa página no facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo