NEWS

Casa de animais abandonados é incendiada em Feira de Santana e protetores cobram justiça

Também foram queimados as casinhas usadas para transportar os animais.

Um incêndio criminosos em casinhas improvisadas para cachorros abandonados na Rua do Amanhecer, bairro Conceição l, em Feira de Santana gerou revolta entre os protetores. A situação O fato ocorreu no na noite de domingo (7), foi denunciada ao Acorda Cidade por duas moradoras.

Entenda a situação

Segundo Noélia Cardoso da Silva, que cuida de oito animais abandonados, na sexta-feira (5), pessoas solicitaram que ela retirasse a casinha dos animais, mas enquanto resolvia onde iria colocar os animais, provocaram o incêndio.

“Veio o pessoal sexta-feira aqui, pediu para retirar a casinha e eu estava resolvendo onde iria colocar a casinha onde meus animaizinhos de rua dormem. Quando foi no domingo, eu dei uma saidinha para fazer a doação de alguns animais. Quando eu cheguei na praça, a casinha dos meus animais estava em chamas, não teve como recuperar nada. Queimaram lençol, toalhas”, relatou.

O prejuízo estimado foi quase uns R$ 1.500. Foto: reprodução

Também foram queimados as casinhas usadas para transportar os animais.

“Eu consegui fazer a casinha com ajuda de protetores aqui de Feira de Santana. E ontem destruíram a casinha. Estou muito indignada, revoltada, peço apoio, peço justiça para que isso não venha acontecer em outros lugares. Peço ajuda, peço até pelo amor de Deus, justiça, quero justiça, quero outra casinha, melhor do que o que ganhei. O prejuízo foi quase uns R$ 1.500 porque tinha objeto dentro e meus animais, meus bebês ficaram no tempo”, disse Noélia.

A moradora Sandra de Jesus Santana destacou sobre o trabalho de acolhimento e cuidados com os animais abandonados prestado por Noélia.

“Estou indignada porque esse trabalho que ela faz, a maioria não faz. Ela dá comida, bota para os animais lá dentro da casinha e isso não se faz, se fazer a praça vai ser bom para os moradores, mas o que fizeram, não se faz, porque pelo menos tirava a casinha dela e botava em outro lugar. Quando eu saí já estava em chamas. Isso foi um vandalismo”, disse.

As moradoras informaram que a prefeitura planeja criar uma praça no local, porém ainda não há uma data definida para isso acontecer. Enquanto isso, os animais permanecem desabrigados.

“Eu procuro apoio das autoridades que venha pegar os animais ou veja um local que eu possa estar cuidando deles, não são animais agressivos, são animais cuidados, de muito amor. Não há risco em momento algum, são filhotes, cachorros idosos abandonados que eu faço esse lindo trabalho de cuidar deles”, declarou Noélia.

Márcia Araújo também estava indignada e prestou solidariedade a Noélia. “Eu sou uma apoiadora da causa animal e ajudo Noélia assim como outras pessoas da vizinhança, há algum tempo e tem alguns anos que ela agoniada com os animais que ela cuida, que ela resgata de rua abandonados, eles sem um teto, sem um cantinho para ficar porque eles ficavam alojados todos no passeio dela e ela agoniada com aquilo, com chuva, frio, agora mesmo está chovendo e os animais estão dormindo no local das cinzas da casinha porque já era costume deles dormirem”, disse.

Protetores empenhados na causa. Foto: Paulo José/Acorda Cidade

A casa dos animais foi construída graças à solidariedade de alguns vizinhos que fizeram doação de materiais e da mão de obra para montar o espaço. As moradoras agora cobram o reembolso pelos danos causados pelo incêndio, até mesmo para criar outro espaço.

“Prefeitura por mais que vai fazer uma obra não chega no local com seus funcionários queimando coisas das pessoas, queimando trailers, casas, objetos. Primeiro se conversa, se negocia, se dá um tempo para pessoa resolver a situação. Não é chegado dessa forma. Ela vai me pagar centavo por centavo que é o que a gente colocou aqui na construção da casinha. Não por valor material, mas principalmente pelos animais, por respeito ao ser humano”, declarou Márcia.

As informações são do Acorda Cidade.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios