Bahia

Carreta bate com automóvel na BR-116; Chuvas deixam estradas escorregadias na região

BatidaIrajuba4No sudoeste baiano, as chuvas quem atinge a região tem deixado as estradas escorregadias e bastante perigosas. As chuvas atrapalham a visibilidade e contribuem para a ocorrência de uma série de acidentes. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, apenas nesta terça-feira (9/6), uma pessoa morreu e outra ficou ferida na região. Por volta das 07h, no Km 609 da Rodovia Santos Dumont – BR-116, no trecho do município de Irajuba, uma carreta bate com um veículo de passeio.
Relacionados
Criança de seis anos morre em acidente com três veículos na BR-110
Angélica, Luciano Huck e filhos fazem terapia após acidente de avião
Mulher morre em acidente com sprinter na BR 101 próximo a Dom Macedo Costa
A carreta Scânia de placa HZ0- 3242 colidiu com um automóvel Fiat Uno com placa policial NZN-5889 da empresa MAP – Serviço de Segurança Escolta Armada. A carreta com o impacto da batida fez um ”L” na rodovia. Por sorte, ninguém ficou ferido no acidente, que deixou a estrada parcialmente interdita. Os veículos foram removidos pela Concessionária ViaBahia e chovia no momento.

Rodovia ficou parcialmente interditada depois do acidente
Rodovia ficou parcialmente interditada depois do acidente

 
Nos últimos dias, também em períodos chuvosos, a Polícia Rodoviária Federal – Delegacia 10/3 de Jequié registrou tombamentos e colisões na BR-116, inclusive na ”Serra do Mutum”, um dos trechos mais perigosos da pista, no perímetro de Jaguaquara. Já na BR-330, às 15h de hoje, um carro Fiat Pálio de placa JLW-3770, que seguia de Jequié para Ipiaú, saiu da via, bateu num poste, matou o motorista e deixou o carona ferido próximo a Jitaúna. As vítimas são de Jequié. Uma das recomendações da PRF para o tráfego em períodos chuvosos é dirigir com os faróis acesos e redobrar a atenção.  As infomações são do Blog Marcos Frahm
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo