Bahia

Câmeras inteligentes auxiliaram localização de acusadas de matar jovem em Salvador

As câmeras de análise situacional espalhadas pela região central de Salvador auxiliaram as equipes da Polícia Civil na descoberta da rota de fuga das mulheres responsáveis pela morte da adolescente Cristal Pacheco, de 15 anos de idade, ocorrida na terça-feira (2).

Com as características das roupas utilizadas pelas acusadas, foi possível filtrar as imagens de pessoas utilizando vestimentas semelhantes coletadas nos arredores de onde ocorreu o crime.

“As imagens iniciais mostraram que uma delas utilizava roupa rosa e que a outra estava vestida com uma peça azul marinho. Com a tecnologia, nós conseguimos visualizar todas as pessoas que trajavam roupas com essas características e verificamos  que a dupla havia passado momentos depois por uma das câmeras do bairro 2 de Julho”, explicou o coordenador de Inteligência do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, delegado Felipe Madureira. 

Segundo ele, a informação sobre a rota seguida pela dupla após o crime norteou as equipes de inteligência, ajudando na coleta de mais informações sobre as suspeitas.

“Antes de termos essa informação disponibilizada pela tecnologia, nós tínhamos o conhecimento de que elas tinham tomado um táxi após o crime. As imagens das câmeras inteligentes mostram a dupla no bairro Dois de Julho. Inclusive, uma delas já havia trocado de roupa”, contou. 

Câmeras inteligentes

A análise forense é uma das funcionalidades das câmeras inteligentes do projeto Vídeo-Polícia, que também dispõe de reconhecimento facial e de placas. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), a tecnologia permite fazer pesquisas através de características como a cor da roupa, utilizada na investigação do homicídio ocorrido no Campo Grande, ou de comportamentos, entre outros filtros de busca.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo