BrasilGeral

Butantan firma contrato com Ceará e vai enviar primeiras vacinas no fim de agosto

O Instituto Butantan deve entregar ainda neste mês as primeiras vacinas fora do acordo com o governo federal. Primeiro estado a assinar contrato com o centro de pesquisa, o Ceará vai começar a receber doses de CoronaVac assim que o Butantan concluir as entregas para o Ministério da Saúde, segundo o diretor do instituto, Dimas Covas.

O documento firmado entre o Butantan e o governo federal prevê a entrega de 100 milhões de doses da CoronaVac até 30 de setembro, mas o governo de São Paulo tem prometido cumprir a liberação das vacinas até 31 de agosto. Nesta quarta-feira, o instituto liberou mais 2 milhões de imunizantes ao PNI, totalizando quase 69 milhões de doses.

— O contrato (com o governo do Ceará) está na fase de finalização, já foi assinado. E uma das cláusulas e que nós vamos entregar, mas assim que cumprirmos o contrato com o Ministério. Está previsto até o fim deste mês, sim, a entrega das primeiras doses para o Ceará — declarou o diretor.

O Espírito Santo e outros quatro estados, segundo Covas, negociam com o Butantan, além de “outros países da América Latina”. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), mencionou que os novos contratos podem começar “no dia seguinte” ao término do acordo com o governo federal.

— Nós vamos cumprir o contrato, e a partir do dia seguinte os estados que solicitaram, especificamente o estado do Ceará, com três milhões de doses, o Butantan vai atender assim que concluir a entrega das 100 milhões de doses. Como estamos antecipando o prazo, 48 horas após a entrega de todas as vacinas para o Ministério da Saúde, o Butantan fará a entrega de vacinas para estados e municípios que queiram adquirir as vacinas para completar seus programas de imunização — afirmou Doria.

Oglobo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo