Cotidiano

Boulos decide acionar o Ministério Público contra reajuste de 46% em salário de Bruno Covas

Candidato derrotado à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos (Psol) decidiu acionar o Ministério Público para contestar o reajuste de 46% no salário do então prefeito da capital paulista, Bruno Covas (PSDB).

Os vereadores da Câmara Municipal aprovaram o aumento em sessão extraordinária na segunda-feira (21). Em meio a corte de gastos devido a pandemia do novo coronavírus, o texto prevê rendimento será de R$ 35.462,00 por mês a partir de 2022.

A remuneração mensal, hoje, é de R$ 24.175,55. O projeto também estabelece aumentos para vice-prefeito (R$ 31.915,80) e secretários (R$ 30.142,70). Ainda haverá segundo turno de votação.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo