Slide

Bombeiros são liberados mais cedo para governo economizar no almoço

BOMBEIROS - RJBombeiros que atuam em setores administrativos, além de funcionários terceirizados, foram dispensados mais cedo do trabalho nesta quinta-feira (25) para que o governo do Rio de Janeiro não precisasse dar almoço.

Os funcionários que deveriam cumprir um horário de 8h às 17h, vão passar a sair ao meio-dia.

Segundo o jornal O Globo, a medida foi adotada por conta da crise financeira. Ao todo, 5.227 bombeiros administrativos vão trabalhar em meio período por falta de dinheiro para alimentação.

Ao Globo, o presidente da Associação dos Bombeiros Militares do Estado do Rio, o subtenente Mesac Eflain, comentou a situação. “Recebi alguns pedidos de socorro, como de bombeiros do quartel de Campinho. Disseram que faltou comida lá”.

A crise atinge também a saúde fluminense. Na UPA de Copacabana, por exemplo, há 27 medicamentos em falta, como dipirona e antibióticos, por exemplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo