Cidades

“Bolsonaro vai ter um limite, eu espero”, diz Fernando Henrique

Após a divulgação da pesquisa Datafolha com as intenções de voto para as próximas eleições presidenciais, em que Lula lidera, com 30% da preferência dos eleitores, e Bolsonaro aparece em segundo, com 15%, o presidente Fernando Henrique Cardoso se pronunciou.

Na mesma pesquisa, os tucanos Aécio Neves e Geraldo Alckmin caíram e só chegaram a 8% e 6%, respectivamente, das intenções de votos.

Em entrevista ao jornal O Globo, o ex-presidente disse acreditar que o deputado federal Jair Bolsonaro tenha um teto de votos a receber, o que pode inviabilizar uma eventual vitória, mas demonstrou preocupação.

“Claro que preocupa. Bolsonaro vai ter um limite, eu espero”, afirma o tucano.

Fernando Henrique também fez questão de considerar que a eleição está distante. “Qualquer prognóstico agora não tem base. Primeiro vamos ver quem fica em pé depois da Lava-Jato. Depois vamos ver o que faz. E se ninguém ficar em pé você fecha a porta e vai embora”, brinca o tucano.

Questionado sobre a possibilidade de o PSDB lançar o nome de João Doria, prefeito de São Paulo, Fernando Henrique desconversou. “Também tem outros crescendo. É cedo. O que é asfixiante hoje é o desemprego no Brasil. E o Congresso tem que votar leis necessárias para o Brasil. O resto é para ver depois. Nós não temos um horizonte”, afirmou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo