Cotidiano

Bolsonaro lidera índice de popularidade digital em 2020, aponta consultoria

O presidente Jair Bolsonaro lidera um ranking de popularidade digital que avalia o desempenho de personalidades públicas no Facebook, Instagram, Twitter, YouTube, Wikipedia e Google. O critério de escolha dos perfis foi o papel relevante que pode vir a ter nas eleições de 2022, ainda que não tenham se colocado na disputa presidencial.

De acordo com a Folha de S.Paulo, além de Bolsonaro, a consultoria Quaest avaliou ainda as contas do apresentador Luciano Huck, do ex-presidente Lula (PT), dos governadores João Doria (PSDB-SP) e Flávio Dino (PCdoB-MA); do ex-candidato à prefeitura de São Paulo pelo PSOL, Guilherme Boulos; dos ex-presidenciáveis Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT), João Amoêdo (Novo), Álvaro Dias (Pode) e Marina Silva (Rede); do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ); e do deputado federal Alessandro Molon (PSB-RJ). Bolsonaro liderou com folga de 20 a 30 pontos do segundo colocado, Luciano Huck, a maior parte do ano. A exceção foi em fevereiro, quando a distância entre ambos foi de 4,6 pontos.

O ex-presidente Lula é o terceiro mais popular nas redes sociais. Mas a distância para Huck é acima de 30 pontos. Flávio Dino, em quarto, se destacou nos meses de abril, maio e junho, quando a pandemia do novo coronavírus estava no auge. O governador defendeu medidas de isolamento social e enfrentou o discurso de Bolsonaro, que minimizou a doença. Em dezembro, o comunista também se destacou e se aproximou da pontuação obtida por Lula.

A lista é sequenciada por Guilherme Boulos, Fernando Haddad e Ciro Gomes. O governador João Doria aparece em oitavo lugar, seguido de Alessandro MOlon, João Amoêdo, Rodrigo Maia, Álvaro Dias e Marina Silva.

O Índice de Popularidade Digital é elaborado de acordo com seis dimensões: fama, equivalente a número de seguidores; engajamento, comentários e curtidas por postagens; mobilização, referente a compartilhamento de postagens; valência, reações positivas e negativas; presença, que é o número de redes sociais nas quais a pessoa está ativa; e interesse, volume de buscas no Google, YouTube e Wikipedia. Um modelo estatístico calcula a importância de cada dimensão e os perfis analisados são posicionados em uma escala de 0 a 100, na qual 100 representa o máximo de popularidade. A métrica caria de acordo com as personalidades que estiverem sendo comparadas.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo