Cotidiano

Bolsonaro assina acordo com a Índia para investimento em biocombustíveis

O presidente Jair Bolsonaro e o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, assinaram na manhã deste sábado (25), em Nova Déli, acordos de parceria entre os dois países nas áreas de segurança cibernética, biocombustíveis e ciência.

Os governos assinaram 15 acordos de cooperação, entre os quais, parcerias para ampliar investimentos e intensificar o uso e a produção de bioenergia e combustíveis como etanol, biodiesel, bioquerosene e biogás. Outro ato também incentiva a exploração de petróleo e gás entre os dois países.

Antes de viajar para a Índia, Bolsonaro falou do interesse em ver o país usar mais etanol em seus combustíveis. Após a cerimônia deste sábado, o presidente voltou a tocar no assunto. “O etanol, essa tecnologia nossa, vindo para cá, acaba nos favorecendo também porque daí se produz menos açúcar aqui e ajuda a equilibrar o mercado”, afirmou. Além disso Bolsonaro cogitou a possibilidade de fabricação de carros flex na índia por meio de empresas brasileiras.

Bolsonaro disse ainda ter recebido do primeiro-ministro Narendra Modi pedido para que o Brasil retire um questionamento na Organização Mundial do Comércio (OMC) a respeito do açúcar.

No pedido à OMC, o Brasil argumenta que as políticas indianas de incentivo ao setor açucareiro local geraram prejuízos aos agricultores brasileiros e ajudaram a derrubar as cotações do produto no mercado internacional. Com os incentivos, as exportações de açúcar da Índia saltaram de 2 milhões de toneladas na temporada 2017-2018 para 5 milhões de toneladas em 2018-2019

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar