Cotidiano

Bolsonaro afirma que ficará entre os últimos vacinados: ‘tem muita gente apavorada aguardando a vacina’

O presidente Jair Bolsonaro declarou, na sexta-feira (16), que tem a intenção de se imunizar contra a Covid-19 “por último”. A afirmação foi feita durante conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada. O chefe do Executivo explicou que tomou essa decisão porque tem “muita gente apavorada” na fila de espera pela vacina.

“O que acontece, tem muita gente apavorada aí aguardando a vacina, então deixa as pessoas tomarem na minha frente. Vou tomar por último. Eu acho que essa é uma atitude louvável. Porque tem gente que não sai de casa, está apavorado dentro de casa”, disse Bolsonaro.

O presidente ainda reclamou, em conversa com simpatizantes, de críticas feita sobre sua decisão de se imunizar por último. “Em vez da imprensa me elogiar, me critica”, disse.

Bolsonaro, com 66 anos de idade, já pode ser imunizado no Distrito Federal desde o dia 3 de abril. O presidente argumenta que ele não corre risco de se contaminar com a Covid-19, já que ele contraiu o vírus em julho de 2020. Casos de reinfecção, porém, são registrados frequentemente no país.

Segundo dados do consórcio de veículos de imprensa, 12,17% da população já foram vacinados com a primeira dose. Mas o Brasil ainda tem um ritmo lendo na imunização e contabiliza desde o início da pandemia mais de 369 mil mortes pela Covid-19.

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo