Cotidiano

Barroso vai viajar para a Rússia como observador das eleições; país adota o voto ‘impresso’

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, vai acompanhar as eleições parlamentares da Rússia como observador. O ministro deve desembarcar no país na quinta-fera 16. O governo local adota a modalidade do voto auditável, criticado pelo juiz do TSE.

O magistrado articulou-se pela queda da impressão do comprovante do voto no Congresso Nacional. Em sucessivos pronunciamentos, Barroso vem argumentando que o sistema 100% digital é totalmente seguro e da confiança da maioria dos brasileiros.

Depois de verificar o pleito estrangeiro, Barroso também vai cumprir agenda bilateral, que inclui encontros com integrantes do governo russo, além de reuniões com analistas políticos e com membros do alto escalão da CCE, órgão encarregado de organizar e conduzir as eleições na esfera federal.

Barroso deve pregar às autoridades russas supostos benefícios do voto eletrônico.

Revista Oeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo