Cotidiano

Barreiras: Moradores de povoado se arriscam em ponte improvisada com galhos

Moradores de um povoado de Barreiras, no oeste baiano, improvisaram uma ponte com galhos de árvores para ter acesso à sede do município, à BR-242 e a outras localidades.

O fato ocorre depois que uma ponte de madeira desabou após ser incendiada em junho do ano passado. Segundo a TV Oeste, sem a ponte oficial, por onde também passavam carros, os moradores de Cajuerama precisam caminhar até 20 quilômetros até chegar a um local onde tenha transporte.

Para se ter ideia do risco, o rio pelo qual a ponte está erguida tem mais de três metros de profundidade. Além de adultos, crianças também usam a estrutura improvisada para ir à escola.

Ainda segundo a emissora, a prefeitura de Barreiras informou que a ponte de Cajuerama está em um grupo de 18 pontes que serão recuperadas no município, entretanto não informou quando a obra irá começar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar