GeralNotícias

Barbosa questiona reforma política via emenda constitucional e nega candidatura à presidência

JOAQUI, BARBOSA - APONTANDOO presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Joaquim Barbosa, comentou nesta terça-feira (25) a proposta de reforma política sugerida pela presidente Dilma. O ministro criticou a execução de uma reforma política através de uma emenda constitucional e afirmou a necessidade de se ouvir a população. Ele questionou a viabilidade de se propor uma emenda no momento de crise de legitimidade vivido pelo Brasil e insinuou que muitas das propostas que promovem a reforma política e estão em tramitação no Congresso não foram aprovadas por falta de vontade do governo. “Nunca demonstraram qualquer interesse em fazer reforma e em parte foi essa falta de interesse que levou a crise atual”, disse. Perguntado sobre uma possível candidatura à Presidência, Barbosa se disse lisonjeado com a sugestão do seu nome, mas negou a possibilidade. “Eu não tenho a menor vontade de me lançar candidato a presidência da república”, assegurou. A pesar das críticas Barbosa afirmou concordar com a presidente Dilma na ideia de que é preciso ouvir a voz das ruas. “Temos que ter consciência de que precisamos incluir o povo nas discussões”, afirmou criticando as “soluções de cúpula” tomadas ao longo da história do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo