Sem categoria

Barbosa diz que Justiça não trata a todos igualmente

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa criticou nesta quinta-feira (22) a falta de igualdade da Justiça brasileira, ao tomar posse na presidência da Corte máxima do país. Barbosa disse que nem todos os cidadãos são tratados da mesma maneira ao buscarem o Judiciário. “É preciso ter a honestidade intelectual para reconhecer que há um grande déficit de Justiça entre nós. Nem todos os cidadãos são tratados com a mesma consideração quando buscam a Justiça. O que se vê aqui e acolá é o tratamento privilegiado”, declarou. Segundo o ministro, caso o sistema judicial brasileiro não se torne mais igualitário e eficaz, o país corre até mesmo o risco de perder investimentos. “O que buscamos é um Judiciário célere, efetivo e justo. De nada vale o sofisticado sistema de informação, se a Justiça falha. Necessitamos tornar efetivo o princípio constitucional da razoável duração do processo. Se não observada estritamente e em todos os quadrantes, o Judiciário nacional, suscitará, em breve, o espantalho capaz de afugentar os investimentos que tanto necessita a economia nacional”, opinou. Informações do G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo