Geral

Barack Obama pede fim de tratamentos para 'converter' jovens homossexuais

BARACK OBAMAO presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pedirá o fim de terapias e tratamentos psiquiátricos utilizados para “converter” jovens gays, lésbicas e transgêneros que são apoiados por organizações e médicos ligados a denominações religiosas. O jornal The New York Times adiantou, nesta quarta-feira (8), a declaração que Obama publicará junto com um abaixo assinado de 120 mil assinaturas em que defende a proibição desse tipo de tratamento. “Como parte de nosso empenho em proteger a juventude da América, esta administração apoia os esforços para proibir o uso de terapias de conversão para menores”, diz um trecho da declaração escrita pela assessora de Obama Valerie Jarrett. Segundo funcionários da Casa Branca, o chefe do executivo norte-americano não vai pedir explicitamente uma lei federal que proíba esse tipo de terapia, mas vai apoiar esforços para vetá-la nos estados. Integrantes do governo dos EUA ouvidos pelo “NYT” disseram que Obama está aberto a conversar sobre o assunto com legisladores Republicanos e Democratas. O abaixo-assinado que será apresentado junto com a declaração faz menção ao caso de Leelah Alcorn, transgênero de 17 anos que cometeu suicídio em dezembro de 2014 atirando-se na frente de um trator. Em uma mensagem de despedida, Alcorn afirmou que terapeutas religiosos tentaram obrigá-la a voltar a ser homem e heterossexual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo