Cidades

Bancários aceitam reajuste de 10% e encerram greve na Bahia

BANCARIOS - ASSEMBLEIAOs trabalhadores de bancos públicos e privados na Bahia decidiram, na noite desta segunda-feira (26), encerrar a greve da categoria e reabrir as agências nesta terça (27). No estado, apenas o Banco do Nordeste da Bahia (BNB) permanecem com as atividades suspensas. A paralisação já durava 21 dias e afetou mais de mil unidades no território baiano.

O grupo aceitou a última proposta feita pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), que consistia no reajuste de 10% nos salários – e ganho real de 0,12% –, além de PLR (Participação nos Lucros e Resultados), índice de 14% para os vales refeição e alimentação, e o abono de 72% para quem trabalha 8 horas, de um total de 112 horas. Com o acordo, os bancários devem compensar, no máximo, uma hora por dia útil, até o dia 15 de dezembro.

Leia mais

Bella Falconi mostra barriga sarada dois meses após dar à luz

Suposto fantasma aparece ao lado de mulher, em foto nos Estados Unidos

Gracyanne Barbosa usa vestido sexy e recebe elogios

O presidente do Sindicato dos Bancários na Bahia, Augusto Vasconcelos, confirmou nesta segunda que, graças a uma liminar obtida na Justiça, os clientes que não puderam quitar dívidas por causa da greve não serão penalizados com juros e multas. Ao todo, 24 estados e o Distrito Federal acataram a alternativa dada pela Fenaban.

Apenas Mato Grosso, Roraima, Pernambuco e Rio Grande do Norte mantiveram a paralisação – nos dois últimos, apenas os funcionários de bancos privados voltarão ao trabalho nesta terça.

BN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo