BrasilCidadesGeral

Bahia entra em acordo com a China para participar de pesquisa e distribuição de vacina

O contado feito pelo governador Rui Costa (PT) com o governo da China deu certo e a Bahia vai passar a participar das pesquisas realizadas pelo país que trabalha para produzir vacinas contra o novo coronavírus, que provoca a Covid-19.

Em coletiva à imprensa, o governador, que é também presidente do Consórcio Nordeste, explicou que mais uma reunião com a China foi realizada nesta sexta-feira (7), por meio do consulado do país. O encontro contou com representantes de duas empresas de um mesmo grupo, que é vinculado ao governo chinês

“Esse grupo está com duas pesquisas entrando na fase 3. E nós havíamos feito contato para o Nordeste, para a Bahia participar dessa pesquisa. Eles concordaram e ficaram de enviar hoje ainda toda a documentação para que a gente assine um protocolo conjuntamente já na semana que vem. Vamos pedir autorização o Conselho Nacional de Ética e Pesquisa para fazer os testes dessa vacina aqui ou nos estados do Nordeste”, informou.

De acordo com o governador, todos os trâmites sendo realizados com sucesso, a carga com a imunização chegará no estado dentro de 30 dias. “Evidente que também depende dessa autorização da vacina. Cada vacina seria em torno de quatro mil pacientes que nós testaríamos a vacina. Toda a direção do grupo que estava na teleconferência fez questão de dizer que todos eles foram vacinados, toda direção, todos os gerentes da empresa participaram disso. Eles chegaram a aplicar essa vacina em 100 mil chineses”, explicou.

Rui Costa demonstrou confiança na imunização e reforçou que o Estado também está em contato com outros países, como a Rússia, com o mesmo intuito. “Com isso estamos buscando aproximar o intercâmbio de pesquisa científica dos principais centros do mundo e, ao mesmo tempo, nos colocando na frente para eventualmente termos acesso as vacinas”.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar