Sem categoria

Bahia com um pé na China na exportação de charutos

Após três anos de trabalho a Bahia está autorizada a exportar charutos para a China. O setor fumageiro no estado, maior produtor do setor no Brasil e que andava abatido por forte crise, vê na novidade uma grande esperança de ressurgimento econômico.

Os chineses deverão comprar um grande carregamento para teste e, uma vez aprovada a qualidade, passará a haver a compra de fato do produto. A economia da região recôncavo ( especialmente Cruz das Almas e Cachoeira ) deverá ser diretamente beneficiada, caso essa exportação ocorra de fato, uma vez que, em se tratando de China nunca se pode fazer uma aposta definitiva, já que toda a economia lá é comandada não pelas regras de mercado mas pelo que determina o estado centralizador.

A nota dissonante nessa boa notícia é o fato de que o Brasil hoje é signatários da Convenção Quadro como um dos países mais combativos ao vício de fumar, tendo inclusive fixado diminuição nas área de cultivo do fumo e propaganda de forte teor no maço de cigarros, conseguindo diminuição significativa no número de usuários de tabaco.

É um momento de encruzilhada em que o governo brasileiro terá que fazer a conta para encontrar a melhor equação entre o respeito aos compromissos internacionais assumidos e a necessidade de desenvolvimento regional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo