Política

Azi critica racha entre PSL e Bolsonaro: ‘Paga preço de ser partido sem raíz

O presidente do Democratas na Bahia, deputado federal Paulo Azi, criticou o racha entre Jair Bolsonaro e o PSL. Para o parlamentar, a divergência é “muito ruim para o presidente da República.

“O PSL paga o preço de não ser um partido que tenha raízes, não tenha linha de pensamento único. Isso gerou esse tipo de divergência, culminando nesse racha que é muito ruim para o presidente, porque isso demonstra uma fragilidade nas relações dele com o partido. Isso causa um clima de desconfiança entre outros partidos”, disse em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia, publicada nesta segunda-feira (28).

“No momento em que o presidente não consegue ter uma relação harmoniosa com seu partido, isso efetivamente traz uma relação de desconfiança com os demais. É por isso que até hoje ele não tem uma base consolidada de apoio no Congresso Nacional”, completou.

Azi ressaltou ainda que ao deixar a Prefeitura de Salvador em 2021, ACM Neto “alçará voos maiores”, como uma possível candidatura ao Governo do Estado.

“Estamos muito longe disto. Mas é claro que o prefeito ACM Neto deixa a Prefeitura de Salvador com a maior aprovação que um prefeito já teve. O passo seguinte será a governador da Bahia. No momento certo, essa candidatura será colocada”, salientou.

Matheus Morais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo