Notícias

Audiência publica vai apurar importação de cacau contaminado pelo Brasil

A Câmara dos Federal define na próxima semana a data da realização de uma audiência pública para apurar e debater a importação pelo Brasil de cacau contaminado oriundo da Costa do Marfim, país produtor africano. O cacau importado estava contaminado com larvas e insetos vivos.  A denúncia foi feita pelo deputado Félix Mendonça Júnior (PDT-BA), que também é o autor do requerimento à Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados para a realização da audiência. O requerimento foi aprovado e deverão participar da audiência o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério, Enio Antônio Marques Pereira, o diretor da Ceplac, Eduardo Salles, o presidente da Associação dos Produtores de Cacau, Jay Wallace, a procuradora da República na Bahia, Flávia Arruti Galvão, membros da Comissão e deputados.   Félix Júnior tem se empenhado no esclarecimento das medidas adotadas pelo País para importação de Cacau, e solicitado ao Ministério da Agricultura o aprimoramento e maior rigidez no processo de importação do produto. “O objetivo é não permitir que o cacau contaminado entre no país, promover a melhora da qualidade dos produtos adquiridos e a valorização do Cacau produzido no Brasil. Não se pode permitir que o produto contaminado entre no país. Além das larvas e insetos, carece perguntar o que mais poderia ter esse cacau?”, observa Félix Júnior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo