Notícias

Atlético-MG perde do Olimpia e se complica na decisão

OLYMPIA X ATLÉTICO - MGO Atlético Mineiro voltou a sair em desvantagem em um duelo da Copa Libertadores na noite desta quarta-feira. Como aconteceu na semifinal, o time brasileiro perdeu por 2 a 0 no jogo de ida, fora de casa, e saiu de campo abalado após sofrer o segundo gol do Olimpia, no Estádio Defensores Del Chaco, em Assunção, aos 48 minutos da etapa final.

O primeiro gol dos paraguaios foi resultado de uma vacilada da defesa brasileira, ainda no primeiro tempo. No fim, quando o Atlético já contava com uma derrota por apenas um gol, Wilson Pittoni cobrou falta no ângulo e surpreendeu a torcida brasileira. O goleiro Victor acabou sendo atrapalhado pelo atacante Alecsandro, que surgiu na direção da bola, dentro da pequena área.

Para continuar sonhando com o título, o Atlético precisará vencer a partida da volta por pelo menos dois gols de diferença, independentemente do saldo de gols, para levar o duelo para prorrogação e pênaltis. Na final da Libertadores, não há o critério de gol fora de casa para o desempate. Se a diferença for por três ou mais gols, o Atlético garante o troféu inédito.

A decisão está marcada para a próxima quarta-feira, dia 24, no Mineirão. A diretoria atleticana até tentou mandar o jogo no Independência, onde o time está invicto desde a reabertura do estádio, mas a Conmebol vetou. Em compensação, o Atlético não precisará entrar em campo no fim de semana. A CBF adiou a partida contra a Ponte Preta, pelo Brasileirão.

FICHA TÉCNICA:

OLIMPIA 2 x 0 ATLÉTICO-MG

OLIMPIA – Martín Silva; Julio Manzur, Herminio Miranda, Salustiano Candia e Alejandro Silva; Nelson Benítez, Eduardo Aranda, Matias Giménez (Ferreyra), Wilson Pittoni; Salgueiro e Fredy Bareiro. Técnico: Éver Almeida.

ATLÉTICO-MG – Victor; Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva e Richarlyson; Pierre, Josué, Ronaldinho Gaúcho (Guilherme), Diego Tardelli e Luan (Rosinei); Jô (Alecsandro). Técnico: Cuca.

GOLS – Alejandro Silva, aos 22 minutos do primeiro tempo. Wilson Pittoni, aos 48 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Giménez, Miranda, Alejandro Silva, Josué, Marcos Rocha.

CARTÃO VERMELHO – Richarlyson.

ÁRBITRO – Néstor Fabián Pittana (Fifa/Argentina).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (Paraguai).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar