EducaçãoGeral

Ataque em escola deixa três estudantes feridos em Goiás

Notícias falsas tem dominado as redes sociais informando falsos ataques em escolas e preocupado pais em todo o Brasil.

Mais um ataque em escola, foi registrado nesta terça-feira (11), desta vez em Santa Tereza de Goiás. Um adolescente de 13 anos, invadiu a Escola Estadual Doutor Marco Aurélio, por volta de 8h, e feriu três estudante com uma faca.

O agressor estudava na unidade. As crianças foram socorridas e não correm risco de morte. Ele foi apreendo, com o menor, a polícia apreendeu facas, estilete e uma mochila.

Em 15 dias, o Brasil registra o quarto ataque, em escolas.

Este é o quarto ataque a escolas nos últimos 15 dias. O primeiro deles ocorreu em São Paulo, quando um jovem de 13 anos, acabou assassinando a professora Elisabeth Tenreiro. Posteriormente outro adolescente feriu uma professora e dois colegas com o uso de uma faca, em Manaus. O terceiro caso ocorreu em Blumenau Santa Catarina, um homem invadiu uma creche e matou quatro crianças.

Ataques
Disseminação de noticia fake com relação a suposto ataque em escola.

Hoje, um adolescente de 16 anos, foi apreendido, após ser apontado como dono de um perfil, no qual eram divulgadas ameaças de massacres, em escolas de Rio Verde, também no estado de Goiás. O aparelho celular usado para as publicações foi apreendido.

Disseminação de notícias falsas com supostos ataques.

Após as ocorrências, uma onda de disseminação de notícias falsas, ganhou força nas redes sociais, a suposta lista indicando cidades e possíveis escolas onde supostamente seriam os ataques, fez a preocupação dos pais crescer.

Ataque
Lista falsa de cidades da Bahia onde ocorreria violência contra escolas.

O texto está acompanhado de diversos áudios, e tem um tom de alarmismo, prática comum quando ser deseja fazer algo viralizar.

Ataque
Disseminação notícia fake de supostos ataques em escolas da Bahia.

Ataque falso em escola de Santo Antônio de Jesus.

Na manhã de ontem, uma escola de Santo Antônio de Jesus, na Bahia, acabou sendo alvo de fake news, após a direção da escola acionar uma viatura para aumentar a segurança no entrono da unidade de ensino.

A própria diretora do Cetep – Centro Territorial de Educação Profissional, Ivana Lage, descartou qualquer ato criminoso contra o colégio.

Linha de financiamento Governo Federal.

O governo federal, entendendo a gravidade da situação, decidiu coordenar, através do ministério da educação, um Grupo de Trabalho (GT) para discutir ações de enfrentamento e prevenção à violência nas escolas do país.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, anunciou, durante coletiva de imprensa em Brasília, uma série de medidas para combate à violência nas escolas. Entre elas está, o lançamento de um edital, R$ 150 milhões, para estados e municípios aplicar em recursos que possam possibilitar maior segurança nas escolas. 

Flávio Dino em coletiva, anuncia programa para enfrentar violência nas escolas.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios