Geral

Assentamento de Santa Inês recebe apoio do Governo do Estado para produção de alimentos

Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil voltou ao mapa mundial da fome. O Governo da Bahia, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), tem buscado alternativas para diminuir o impacto desse cenário no meio rural. Nesta sexta-feira (28), foi assinado mais um convênio do edital de segurança alimentar e nutricional do Projeto Bahia Produtiva, com a Associação do Assentamento Hermes Caíres, localizada no município de Santa Inês. 

Até o momento, já foram assinados, deste edital, 191 convênios com associações e cooperativas da agricultura familiar, com investimentos de mais R$ 9,5 milhões.  No total, serão contemplados 324 projetos. A iniciativa tem o intuito de enfrentar os efeitos de redução dos cultivos desses alimentos durante a pandemia do novo coronavírus. A previsão é que, até o fim do mês de junho, deste ano de 2021, todos os convênios já estejam assinados. O projeto Bahia Produtiva é executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), cofinanciado pelo Banco Mundial.   

O secretário da SDR, Josias Gomes, destacou que, a secretaria vem desenvolvendo ações que buscam cada vez mais uma integração com as prefeituras, consórcios públicos e organizações sociais: “Essa união é importante para o município, para o estado e para a população de um modo geral, que tem cada vez mais alimentos de qualidade. O edital de segurança alimentar e nutricional incentiva o cultivo de culturas de ciclo curto. Com isso, ampliamos e melhoramos, cada vez mais, a produção de alimentos da agricultura familiar”.  

O presidente da Associação do Assentamento Hermes Caíres, Jailton Ribeiro, afirmou que a expectativa é grande na comunidade: “Nossa principal produção é de abacaxi, maracujá e mandioca. Com esse apoio, vamos melhorar e aumentar os cultivos na nossa comunidade e ajudar no crescimento do nosso município”.  

Presente a assinatura do convênio, o jovem Luis Mario Carvalho, estudante do curso Técnico em Agropecuária, ressaltou a importância do projeto para a juventude: “Se não tiver projetos como esse, os jovens não têm como se manter na localidade. Muitos estudam e se formam, mas não têm como levar esse conhecimento pra frente dentro da sua própria comunidade. Eu estou fazendo curso de agropecuária e, agora, vou poder levar meus conhecimentos dentro da minha área, com esse projeto”.  

Por meio do edital, estão sendo beneficiados 8 mil agricultores familiares em 181 municípios, com projetos para a produção de hortaliças, frutas, raízes e tubérculos e produção de plantas alimentícias não convencionais (PANC), de forma sustentável, com o intuito de melhorar as condições de vida da população beneficiária e contribuir para que a oferta de alimentos básicos e saudáveis seja mantida. 

Segundo o prefeito de Santa Inês, Hérmeson Novaes, a prefeitura trabalha na perspectiva de otimizar a agricultura familiar no município: “Temos contado com a parceria do Governo do Estado e esse convênio otimiza e melhora a agricultura local e o fator nutricional, tanto da população como da produção interna do município. Esse recurso é injetado na economia local e circula no município, incentivando a produção do agricultor para seu consumo e para a comercialização”.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo