Entretenimento

Assassinato de Daniella Perez vai ser contado em documentário

A plataforma de streaming HBO Max anunciou que o caso Daniella Perez será documentado. A plataforma irá produzir a série documental de cinco episódios sobre a morte da filha da autora de novelas Gloria Perez. A direção e o roteiro são de Tatiana Issa e Guto Barra.

A história do assassinato que chocou o país no início dos anos 90 será contada a partir da perspectiva de Gloria, família e amigos, numa produção da WarnerMedia em parceria com a Producing Partners, sob a marca Max Originals.

Daniella era atriz e bailarina e foi assassinada em 1992, aos 22 anos, pelo ator Guilherme de Pádua, com quem contracenava na novela De Corpo e Alma, escrita por Gloria. De acordo com arquivos, ele acreditava que conseguiria ter maior participação na trama se se aproximasse de Daniella, que passou a evitá-lo. Ao mesmo tempo, seu papel foi diminuído e ele acreditou estar sendo vítima de um boicote.

Junto com a esposa, Paula Thomaz, ele planejou o crime e matou Daniella com 18 punhaladas no coração e no pescoço, num matagal da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Na época, Daniella era casada com o ator Raul Gazolla. Guilherme e Paula foram presos e condenados pelo assassinato.

A atuação de Glória foi fundamental para a resolução do caso, além de ter deixado um legado ao conseguir a alteração da legislação brasileira, passando a incluir homicídio qualificado dentro dos crimes hediondos.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo