Cidades

Após protesto, rodoviários param em Fazenda Coutos e comércio fecha

Policiamento na área foi reforçado no bairro.

ONIBUS NOVOS - SSACom medo de circular por Fazenda Coutos, no Subúrbio Ferroviário, rodoviários pararam, na manhã desta sexta-feira (13), no final de linha do bairro, e afirmaram que vão aguardar o fim do clima de insegurança para voltar a circular. Na entrada de Fazenda Coutos, outros rodoviários também estacionaram os coletivos, também com receio. Houve reforço no policiamento, com a chegada de pelo menos três viaturas da Rondesp e de agentes da Polícia Civil.

Segundo o gerente de operações da Integra, que não quis dar o nome, 26 ônibus atendem a população no bairro e os rodoviários foram orientados pelas empresas a não circular. A decisão ocorreu após cinco ônibus terem tido as chaves levadas durante o protesto, segundo o mesmo representantes das empresas.

Ordem de Temer é privatizar ‘o que for possível’, diz novo ministro dos Transportes

Com medo de circular por Fazenda Coutos, no Subúrbio Ferroviário, rodoviários pararam, na manhã desta sexta-feira (13), no final de linha do bairro, e afirmaram ao CORREIO que vão aguardar o fim do clima de insegurança para voltar a circular. Na entrada de Fazenda Coutos, outros rodoviários também estacionaram os coletivos, também com receio. Houve reforço no policiamento, com a chegada de pelo menos três viaturas da Rondesp e de agentes da Polícia Civil.

Segundo o gerente de operações da Integra, que não quis dar o nome, 26 ônibus atendem a população no bairro e os rodoviários foram orientados pelas empresas a não circular. A decisão ocorreu após cinco ônibus terem tido as chaves levadas durante o protesto, segundo o mesmo representantes das empresas. *Correio24h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo