Cotidiano

Após levar 17 tiros, cadela vira acompanhante de crianças autistas

Uma cadelinha foi atingida com 17 tiros e foi encontrada em uma rua, cega sem uma das orelhas com a mandíbula fraturada e ainda por cima grávida. O caso ocorreu no Líbano. De acordo com o jornal argentino Crónica, Maggie, foi abandonada logo após o terrível ocorrido.

A história da cadela rodou o mundo, comovendo os internautas eu tomavam conhecimento da história de superação de Maggie. Ela foi socorrida pelo Wild At Heart Foundation, uma instituição de caridade animal.

A instituição montou um anúncio para os interessados em adotar Maggie. Uma mãe e filha, que moram na cidade de Brighton, Inglaterra, responderam a fundação.

Porém, viajar de um país para outro exige muita burocracia e ainda, a cachorrinha precisava se recuperar dos ferimentos. Por isso, as futuras donas começaram um campanha na internet para conseguir o valor necessário para trazer Maggie.

E, após alguns meses, elas conseguiram o dinheiro. De acordo com publicações das novas donas, Maggie está recuperada. E hoje ela é treinada como acompanhante terapêutica para crianças autistas.

“Ela está em uma missão para espalhar amor e inspirar os outros”, diz a descrição do perfil da cachorrinha no Instagram.

Varelanoticias

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar