Esportes

Após goleada, Falcão deixa o Bahia

O tom da entrevista coletiva, logo depois da goleada sofrida para o Fluminense por 4 a 0, na noite desta quinta-feira (19), já apontava qual seria o futuro do, agora, ex-técnico do Bahia, Paulo Roberto Falcão. Não deu outra. Há um pouco mais de cinco meses no comando da equipe, o ídolo do Internacional e Roma não é mais o técnico do tricolor baiano.

A decisão, segundo assessoria de imprensa, foi tomada após uma conversa entre o treinador e o presidente do clube, Marcelo Guimarães Filho. Nesta sexta-feira (20), logo depois do desembarque da equipe na capital baiana, Paulo Roberto Falcão concederá uma entrevista coletiva de despedida na sala de imprensa do Fazendão.

Paulo Roberto Falcão chegou ao Bahia na oitava rodada do Campeonato Baiano para substituir Joel Santana. A missão era dar uma nova filosofia de jogo ao time e conquistar um troféu, que há onze anos o clube não comemorava. O tricolor não só foi campeão baiano como chegou às quartas de finais da Copa do Brasil, o que não acontecia há dez anos. A bola relação entre Falcão e torcida durou pouco tempo. Em dez jogos no Campeonato Brasileiro da Série A, o Bahia conquistou apenas uma triunfo e ocupa a 19ª colocação, dois pontos a mais que o lanterna, Atlético Goianiense. Sob comando do ex-comandante foram 16 triunfos, 10 empates e 10 derrotas. 

Em nota oficial, o departamento de futebol do clube agradeceu os serviços prestados por Paulo Roberto Falcão e confirmou que o auxiliar Eduardo Barroca comandará o time contra o Coritiba, domingo (22), às 18h30, em Pituaçu. Os nomes de Renato Gaúcho, ex-Bahia, Caio Jr. e Péricles Chamusca aparecem como os mais fortes para ocupar a vaga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo