Cotidiano

Após ereção de 48 horas, homem pode ter seu pênis amputado

ERECAOSem a sua identidade revelada, homem de 23 anos foi hospitalizado após uma ‘maratona de relações íntimas’ com sua namorada na praia de Salerno, ao sul da Itália.

Devido à uma ereção que durou cerca de 48 horas, o moço decidiu aproveitar enquanto pudesse e teve uma condição chamada de Priapismo, que precisa ser tratada rapidamente para evitar danos permanentes e costuma afetar homens que tomam Viagra.

Em busca de restabelecer um recorde com o maior números de vezes que conseguiria ter relações com a sua namorada no menor intervalo de tempo, ele foi levado ao hospital por sua mãe.

Segundo o site “DailyStar”, após cirurgia nesta quarta-feira (5), médico afirma que ainda é cedo para dizer se o pênis voltará ao normal ou será, de fato, amputado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo